Arquivo | Dicas RSS feed for this section

5 dicas para sua empresa crescer com pouco dinheiro

1 jul

Gráficos

São Paulo – Para muitos empreendedores, fazer uma empresa crescer significa abrir uma nova unidade ou aumentar as vendas substancialmente. Esta é, no entanto, uma das facetas do crescimento. Muitas vezes, pequenas ações sem custos altos podem trazer um resultado tão bom no longo prazo quanto a abertura – e o alto investimento – de uma filial.

A nova onda entre as startups hoje é crescer e se tornar viável com o mínimo de capital possível. “A pior coisa para uma startup é o capital. Quando você está trabalhando com um orçamento pequeno, a lógica é criar soluções criativas”, diz Cassiano Farani, membro do Centro de Empreendedorismo do Ibmec.

A base para isto é conhecer bem o que o cliente quer e fazer uma empresa sob demanda para o seu mercado. Veja a seguir as dicas para fazer seu negócio crescer sem estourar o orçamento.

1. Desenvolva seu cliente

Quando o empresário sabe exatamente o que a clientela espera do seu produto ou serviço fica bem mais fácil ter um alto nível de satisfação. Mesmo que sua empresa não seja iniciante, realize uma pesquisa informal com os consumidores para saber como eles enxergam sua marca e o que esperam dos produtos oferecidos. “Todo crescimento orgânico tem no foco o desenvolvimento do cliente. O que vale é primeiro aprender com o cliente e depois escalar no mercado. Muitas empresas falham não por ter um produto ruim, mas por não ter um cliente disposto a pagar”, explica Farani.

2. Use e abuse da internet

Barata, cheia de gente e fácil de usar. A internet é hoje a principal mídia para as pequenas empresas que querem aparecer. “Há uns 10 anos, gastava-se dinheiro em folder, em jornal e revista. A internet popularizou e viabilizou enormemente isso, desde um site com contato comercial e algumas informações até muito mais recentemente, o que tem se tornado tremendamente efetivo, a as mídias sociais”, explica Aloisio Buoro, professor de Gestão Estratégica do Insper.

Fazer um vídeo da sua empresa e postar na internet já vira uma grande propaganda do seu produto. “Se você tem cadastrados clientes no Facebook e eles começam a comentar, você tem uma possibilidade muito maior de fazer um boca a boca, o que era antes delimitado pela quantidade de pessoas que iam até o seu ponto de venda”, afirma Buoro.

3. Crie uma rede

Uma das maneiras de fazer o negócio crescer sem colocar a mão no bolso é incentivar a inovação dentro da equipe. “O que causa mais efeito é o líder estimular esse processo internamente”, sugere Farani. Gasta-se menos do que criando um departamento de pesquisa e desenvolvimento ou contratando uma empresa especializada. A co-colaboração também auxilia muito nesta etapa. “Tenha um processo de co-colaboração entre clientes, fornecedores, parceiros e funcionários. A ideia que dá certo é fruto de um choque de ideias. Desenvolva uma rede – e a internet permite muito isso – e você consegue ter uma visão 360º do que o mercado está falando”, diz Farani.

4. Vá além do networking

Participar de eventos, trocar cartões e fazer contatos são atitudes mínimas que um empreendedor deve ter, mas nem sempre trazem resultados efetivos. Para o professor do Insper, o segredo é levar o negócio para todos os lugares, até onde parece que não faz sentido. “Para uma empresa pequena, o dono deve ter uma rede de contatos de trabalho e pessoal, mas deve aumentar o ciclo e percorrer diversos grupos e nichos”, diz Buoro.

Quem pratica um esporte pode falar sobre a empresa com os colegas de jogo. Para quem tem filhos pequenos, aproveitar o contato com os pais dos amiguinhos na porta do colégio também pode trazer surpresas agradéveis para o negócio. “Em tese, o custo disso é o seu tempo”, afirma o professor do Insper.

5. Faça parcerias

A palavra parceria perdeu um pouco seu real significado no mundo corporativo. Mas, quando levada a sério, pode ser uma ótima forma de aumentar as vendas da sua empresa. Buoro explica como os empreendedores devem enxergar as possíveis parcerias. “Tem que significar de alguma maneira ampliar o seu estopo de negócio. Você pode contar com um parceiro para fazer um pedaço do produto que você não faz ou fazer junto”, define.

Fonte: http://www.exame.abril.com.br

Anúncios

Como vender suas coisas na internet?

1 jul

Um bom negócio é aquele em que as duas partes saem satisfeitas no final da transação. Muitos usuários, quando compram um produto, muitas vezes o fazem apenas por impulso, sem analisar direito as suas características ou mesmo levar em consideração a necessidade do objeto.

Semanas depois, aquele celular ou portátil vai parar no fundo de uma gaveta e com eles se vai boa parte do seu investimento. O que fazer com um produto usado, encostado num canto? Quanto mais tempo se passa, menores são as probabilidades de você voltar a utilizá-lo. E, além disso, menores são também as chances de encontrar alguém interessado em compra-lo.

Em vez de ficar apenas insatisfeito com um produto que você não precisa em sua casa, que tal tentar recuperar parte do dinheiro que você investiu nele, utilizando a internet como principal meio para se colocar em contato com potenciais compradores? Você pode não conhecer, mas existem mais ferramentas do que você imagina disponíveis para anunciar seus produtos.

E não estamos falando apenas dos sites referência no assunto, como o Mercado Livre. É possível encontrar boas oportunidades de compra e venda utilizando também as redes sociais, como Orkut, Twitter e fóruns. Portanto, é hora de fazer uma limpa em sua casa e procurar tudo aquilo que possa interessar para outras pessoas.

O maior mercado virtual do Brasil

Como vender suas coisas na internet? (Fonte da imagem: Mercado Livre / Reprodução)

Com mais de 10 anos de existência e operando em 13 países, o site Mercado Livre se tornou referência quando o assunto é comprar é vender mercadorias novas ou usadas pela internet. O sistema funciona de forma simples, mas que para exista maior segurança nas transações entre você e um usuário que você não faz ideia de quem seja, é preciso seguir algumas regras e entender o funcionamento desse tipo de transação.

Para comprar ou vender no Mercado Livre, antes de tudo, é preciso ter um cadastro de usuários no site. Os dados de acesso são verificados, de forma que se você tentar enganar o sistema, certamente será descoberto em algum ponto de uma transação pelo outro usuário.

Para garantir a segurança entre as transações, ainda que não se responsabilize por eventuais perdas, furtos ou extravios, o site Mercado Livre cobra uma pequena taxa, um percentual sobre o valor do produto vendido. Dessa forma, você só terá algum custo se, de fato, vender o produto e essa margem você pode incluir já no preço final anunciado.

No site é possível incluir praticamente qualquer tipo de produto. Desde os mais caros, como carros, motos e apartamentos, até objetos mais simples e acessíveis como jogos de vídeo game, filmes em DVD e Blu-ray, livros e objetos colecionáveis. Entretanto, caso você nunca tenha utilizado o sistema, é importante ficar atento a algumas dicas para não se dar mal na hora de fechar a transação.

Compradores e vendedores

Como vender suas coisas na internet?

(Fonte da imagem: Mercado Livre / Reprodução)

O que você espera de um vendedor quando vai comprar um produto? Informações claras na descrição do produto, respostas rápidas para eventuais dúvidas e, de preferência, confiabilidade comprovada por uma boa reputação em vendas anteriores. Os mesmos quesitos que você leva em consideração na compra, pratique quando estiver fazendo uma venda.

Assim, não tente levar vantagem ou ainda desrespeitar outros usuários, mesmo que suas perguntas sejam as mais óbvias possíveis. Ser um vendedor de boa reputação é um dos maiores diferenciais que você pode conquistar dentro de um site de compras. Na dúvida, a maioria dos compradores recorrem sempre àqueles melhor qualificados, ainda que os seus preços sejam um pouco maiores.

Mercado pago

O Mercado Pago é outra forma de compra e venda, dentro do Mercado Livre, que proporciona tanto para o comprador quanto para o vendedor maior segurança na hora da transação. Em vez de o pagamento ser creditado diretamente na conta de quem vende, o dinheiro passa primeiro pelas mãos da empresa e, somente é liberado quando o comprador confirmar o recebimento do produto.

Caso aconteça algum problema no meio do caminho, o comprador tem a garantia que terá o seu dinheiro de volta. Da mesma forma, o vendedor também tem a certeza de que receberá o valor pedido na data combinada. Assim como acontece na outra metodologia de compra e venda, o site fica com um percentual sobre o valor da venda.

Encontrando o seu público-alvo: Orkut e fóruns

Como vender suas coisas na internet?

(Fonte da imagem: Orkut / Reprodução)

Se você imagina que as redes sociais são um lugar apenas para encontrar e fazer novos amigos, saiba que você pode estar desperdiçando um grande potencial de negócios. É cada vez maior o número de pessoas que se valem do Orkut ou do Twitter, por exemplo, para anunciar seus produtos, quase sempre com bons resultados.

No caso do Orkut o diferencial fica por conta da organização site em comunidades. De nada adianta você anunciar um jogo de vídeo game em uma comunidade sobre um clube de futebol, apenas por que ela tem um número maior de integrantes. As chances de alguém ali estar interessado são menores e você ainda corre o risco de ser taxado de spammer, sendo banido de suas comunidades favoritas.

A melhor maneira de se dar bem em vendas pelo Orkut é procurar uma comunidade onde o assunto em questão seja similar ao produto que você deseja vender. Ou seja, se estivermos falando de um jogo para Playstation 3, que tal procurar um grupo relacionado ao assunto? Muitas das comunidades mantém um tópico específico para compra e venda de produtos. Por isso, verifique se não é esse o caso.

Como vender suas coisas na internet?

(Fonte da imagem: Orkut / Reprodução)

Outra dica importante: caso você tenha o seu perfil bloqueado, visível apenas para os seus amigos, é importante deixa-lo acessível. Muitas pessoas preferem não perguntar diretamente no tópico da comunidade, mas sim por meio de mensagens privadas. De que adianta anunciar um produto se quando alguém se interessa por ele você não está disponível para atender?

Evite a todo custo mensagens aleatórias, como recados em perfis desconhecidos, mensagens em massa ou ainda depoimentos com anúncios. Acredite, além de não conseguir vender é provável que você seja bloqueado e reportado como spammer, algo que não fará nada bem para a sua reputação.

Em vez disso, você pode utilizar um recurso do próprio Orkut, muito mais discreto e abrangente: o Orkut Promova. Trata-se uma ferramenta que permite enviar mensagens que são exibidas no canto superior direito do perfil dos seus amigos.

Cada usuário tem a opção de “promover” os anúncios que julgar relevantes ou enviá-los para a lixeira. Caso seja promovido, seu anúncio pode ser visualizado por muito mais pessoas, aumentando as suas chances de encontrar potenciais compradores.

Já no caso dos fóruns, a estratégia é a mesma utilizada em comunidades do Orkut. Procure sempre localizar antes se não há um tópico específico para compra e vendas de produtos. Caso não exista, pergunte aos moradores se é possível anunciar produtos. Alguns fóruns são bastante restritivos nesse ponto e basta uma ação como essa para que você seja banido de uma vez por todas.

O que você está fazendo?

Como vender suas coisas na internet? (Fonte da imagem: Twitter / Reprodução)

Se você utiliza o Twitter, já deve ter percebido que há todo tipo de mensagem circulando no microblog. Entre as centenas de links e posts que você recebe todos os dias dos seus amigos, que tal tentar oferecer um produto que você esteja vendendo? A melhor tática é não se tornar um vendedor chato, usando o serviço apenas para enviar esse tipo de mensagens.

Uma das características do microblog é a sociabilidade entre os usuários. Sempre que alguém pede ajuda ou divulga algo que possa ser de interesse comum para outras pessoas é normal que esses posts encontrem respaldo e sejam retuitados por muitos usuários, potencializando as oportunidades de visualização e as possibilidades de encontrar um comprador.

Não fale, mostre!

Que tal incluir um recurso extra para apresentar seu produto para o público? Muitos usuários, tanto do Mercado Livre como de outras redes sociais optam por incluir, além da descrição do produto e boas imagens, vídeos hospedados no YouTube mostrando em detalhes o objeto vendido.

Descrever uma bicicleta pode parecer uma tarefa simples. Apresentar detalhes que vão além dos aspectos técnicos, e que muitos leigos no assunto no assunto podem não compreender, se torna muito mais prático quando você tem um vídeo de apoio para ilustrar a venda em questão. Além disso, o YouTube, ainda que de maneira indireta, acaba se tornando mais uma vitrine para você.

Boas vendas!

Depender de uma venda via internet, em especial para os usuários iniciantes, não é a opção ideal. Suas primeiras vendas devem ser algo descompromissado e não se tornar, desde o início, sua principal fonte financeira. Credibilidade é algo que você vai adquirir apenas com o tempo.

Nem sempre os seus amigos estarão interessados nas mesmas coisas que você. Por isso, caso realmente queira vender mais do que um produto, procure estreitar as relações com os públicos com os quais você pretende trabalhar. Lembre-se: tornar-se uma referência em um determinado assunto é uma das melhores maneiras de ser encontrado quando alguém precisar de um produto como o seu.

Como configurar o Outlook 2010 para enviar e receber mensagens?

28 jun

PASSO 1/8:

  • Abra o Outlook 2010;
  • Clique em “Avançar” na tela inicial, conforme abaixo (Tela 1):
  • Se já existir uma conta configurada no seu Outlook, após abrir o programa, clique em “Arquivo” > “Informações” > “Adicionar conta”;

2010 1.jpg

Tela 1

  • Na tela seguinte, selecione a opção “Sim” e clique novamente em “Avançar” (Tela 2);

2010 2.jpg

Tela 2


PASSO 2/8

  • Na tela abaixo, marque a última opção “Definir manualmente as configurações do servidor ou tipos de servidor adicionais” e clique em “Avançar” (Tela 3):

2010 3.jpg

Tela 3

  • Na próxima tela, marque a opção “Email da Internet” e clique em “Avançar” (Tela 4):

2010 4.jpg

Tela 4


PASSO 3/8

  • A seguir, na janela “Configurações de Email na Internet”, digite: (Tela 5)

– Nome: SeuNome;- Endereço de EMail: SuaConta@SeuDomínio;

  • As informações do servidor:

– Tipo de Conta: POP3- Servidor de entrada de emails: pop3.SeuDomínio;- Servidor de saída de emails (SMTP): smtp.SeuDomínio;

  • As informações de logon:

– Nome de Usuário: Conta@SeuDomínio;- Senha: SuaSenha;

  • Clique em “Mais Configurações…”;

2010 5.jpg

Tela 5

NOTA: Nas configurações acima, substitua SeuNome pelo seu nome, Conta pelo nome da caixa postal, SeuDomínio pelo nome do seu domínio e SuaSenha pela senha correspondente a sua caixa postal.


PASSO 4/8

  • Clique na aba “Servidor de saída” (Tela 6);
  • Marque as opções “Meu servidor de saída (SMTP) requer autenticação” e “Usar mesmas config. do servidor entrada de emails”;
  • Agora clique na aba “Avançado”;

Out2007 6.jpg

Tela 6

  • Nesta tela, no opção “Servidor de saída (SMTP)” altere de 25 para 587 e clique em “OK” (Tela 7).

Out2007 7.jpg

Tela 7

  • Ao voltar a tela anterior, clique em “Avançar” e na próxima tela “Concluir”.

Passo 5/8

  • A seguir, na janela “Configurações de Email na Internet”, digite: (Tela 8)

– Nome: SeuNome;- Endereço de EMail: SuaConta@SeuDomínio

  • As informações do servidor:

– Tipo de Conta: IMAP- Servidor de entrada de emails: mail.SeuDomínio;- Servidor de saída de emails (SMTP): smtp.SeuDomínio;

  • As informações de logon:

– Nome de Usuário: Conta@SeuDomínio;- Senha: SuaSenha;

  • Clique em “Mais Configurações”

TELA1.png

Tela 8

NOTA: Nas configurações acima, substitua SeuNome pelo seu nome, Conta pelo nome da caixa postal, SeuDomínio pelo nome do seu domínio.


PASSO 6/8

  • Clique na aba “Servidor de saída” (Tela 9);
  • Marque as opções “Meu servidor de saída (SMTP) requer autenticação” e “Usar mesmas config. do servidor entrada de emails”;
  • Agora clique na aba “Avançado”

TELA2.png

Tela 9

  • Nesta tela, no opção “Servidor de saída (SMTP)” altere de 25 para 587 e clique em “OK” (Tela 10).

TELA3.png

Tela 10


PASSO 7/8

  • Clique na aba “Itens Enviados” (Tela 11);
  • Marque as opções “Salvar os itens enviados na seguinte pasta do servidor:”, e selecione a pasta “Sent”, isso fará a sincroniza da pasta;

TELA4.png

Tela 11


PASSO 8/8

  • Clique na aba “Itens Excluídos” (Tela 12);
  • Marque as opções “Mover itens excluídos para a seguinte pasta no servidor:”, e selecione a pasta “Trash”, isso fará a sincroniza da pasta;

TELA5.png

Tela 12

NOTA: Se essas duas opções não forem marcadas, ocorrerá o erro “A pasta Itens Enviados não está disponível” ao enviar emails e “A pasta Itens Excluídos não está disponível” ao excluir mensagens.

Ao voltar a tela anterior, clique em “Avançar” e na próxima tela “Concluir”.

Redes Sociais no seu negócio

27 jun

O uso da mídia social, como forma de promoção de negócio, possui diversas vantagens, entenda as principais: nas redes sociais, há um grande volume de troca de informação a todo segundo, 24 horas por dia, 7 dias por semana. Além disso, esse volume de informação possui uma capacidade de compartilhamento com uma velocidade feroz, o que pode gerar uma interação muito mais ativa entre a sua empresa e os usuários, os quais podem se tornar seus clientes.

Para entender melhor, tome como base duas das maiores redes sociais do mundo, o Facebook e Twitter. Lá as pessoas revelam suas preferências e mostram grande parte das coisas que acontecem no seu cotidiano. Essas pessoas usam essas redes sociais para encontrar os amigos e, muitas vezes, relaxar do dia a dia pesado de trabalho estudo. Agora, multiplique por milhões de pessoas e pense no quanto isso pode ser bom para divulgar o seu produto, a sua marca e o seu negócio, prospectando muitos clientes.

Imagem